O que é BackOffice

O que é BackOffice?

Postado por: Just4Contact - 24/10/2017

Por acaso a sua empresa possui problemas relacionados a processos internos e tem sentido que isso está afetando diretamente seus resultados? Se a sua resposta foi sim, é o momento de saber mais sobre BackOffice.

Se você não faz ideia do que isso quer dizer, saiba que se trata de uma grande garantia de cuidar das operações do seu negócio, com dedicação ainda mais evidente a uma série de detalhes importantes.

Muito mais do que simplesmente estar familiarizado com o conceito, o importante é que o empreendedor entenda, de forma mais profunda, como se dá a contribuição dessa prática de gestão.

BackOffice – O que é?

Para poder entender efetivamente do que se trata o BackOffice, o melhor caminho é avaliar como se dá a operação de uma empresa tradicional.

Como é de conhecimento geral, existe o contato com o cliente, realização do pedido, acionamento do estoque, logística para a entrega do produto em questão e, por fim, o planejamento para consolidar uma nova compra – basicamente esses são os passos.

Feito isso, imagine que ocorre alguma falha ou um atraso em algumas das etapas citadas acima. Quando isso acontece, o resultado é, sem a menor sobra de dúvidas, prejuízo.

Pois é aí que o BackOffice deve entrar em ação – isso porque se trata de um trabalho que contribui para prevenir, e até mesmo corrigir, qualquer tipo de deslize que ocorra em algumas das operações – e que de fato poderão afetar os resultados finais.

O termo traduzido quer dizer “retaguarda” – trata-se de um conceito muito importante para todos os tipos de nichos de mercado, envolvendo serviços ou produtos. Entretanto, seu maior destaque se dá nas empresas que atuam no comércio eletrônico, até mesmo por conta das suas características.

Em suma, seu papel é fazer um forte suporte, em que os profissionais que estejam envolvidos não precisem atuar sempre na linha de frente, o que lhes permite garantir que as operações funcionem com excelência.

Como é composto o BackOffice?

Nesse momento, você já tem uma base mais consistente sobre o que é o BackOffice e, muito provavelmente, ainda tem dúvidas, principalmente se de fato se refere a algo aplicável à sua empresa.

Se você está com essa dúvida, saiba que não é o único nessa situação – e isso é muito recorrente, principalmente para os empreendedores que, até então, não tinham conhecimento sobre o assunto. Nesse caso, saiba que o conceito pode e deve ser aplicado à sua empresa com toda certeza.

Trata-se de uma área de atuação que compete a absolutamente todos que tendem a realizar a prestação de serviços indiretos (nos “bastidores”), ou seja, que não precisam estar sempre diretamente relacionados com as atividades mais essenciais de uma empresa.

Toda empresa pode ser formada por um grupo segmentado de atribuições, como financeiro, vendas, jurídico, RH, estoque, e por aí vai. Nem todos esses setores irão aparecer para o seu cliente final, mas, ainda assim, são grandes responsáveis por garantir que o andamento das atividades seja eficaz.

Não se pode acreditar que uma empresa consiga sobreviver somente por meio de sua operação principal. Sem que exista uma retaguarda, os processos estarão fadados ao fracasso.

O BackOffice pode ajudar minha empresa? Como?

Quando uma empresa dedica seus esforços para cuidar da sua gestão interna, ela consegue garantir que tudo funcione de forma assertiva e qualitativa – e é justamente isso que o BackOffice ajuda a garantir.

Mesmo se tratando de negócios de pequeno porte, que não possuem departamentos, esse tipo de procedimento é sempre vital – um exemplo disso são as lojas virtuais.

Quando não existe um bom processo de BackOffice, podem ocorrer atrasos para a separação do produto pedido ou até mesmo o envio de produtos errados para o cliente. Para evitar que esse tipo de ocorrência seja registrada, os setores de BackOffice devem estar alinhados e organizados.