Vantagens da Gestão do Conhecimento nas corporaçõesVantagens da Gestão do Conhecimento nas corporações

Vantagens da Gestão do Conhecimento nas corporações

Postado por: Just4Contact - 07/02/2018

Uma empresa preocupada em crescer e obter bons resultados sempre está em busca de se renovar e inovar. Uma das formas de fazer isso é conhecer as vantagens da gestão do conhecimento para as organizações.

Esta ferramenta muito usada por grandes corporações pode ser aplicada em quase todas as empresas, independente do tamanho que elas apresentam.

Veja a seguir quais são as principais vantagens da gestão do conhecimento dentro das organizações.

 O que é gestão do conhecimento?

Antes de compreender as vantagens da gestão do conhecimento é preciso compreender o que de fato ela é e como funciona.

O termo gestão do conhecimento vem do inglês ‘knowledge management’, que pode ser abreviado para a sigla KM. Trata-se de um processo que se baseia na aplicação do conhecimento nas empresas.

Para isso é criado um canal para facilitar a criação de ideias, assim como as suas apresentações e compartilhamentos para todos os colaboradores dentro de uma empresa.

O objetivo da gestão de conhecimento é organizar, tornar o acesso facilitado, gerar a integração e gerenciar todas as informações de interesse da corporação.

Quando a gestão do conhecimento é bem aplicada, há um aumento do desempenho da organização e também melhores resultados financeiros.

É uma ferramenta corporativa que reduz consideravelmente os desencontros, possibilita que os colaboradores tenham acesso à informação com extrema rapidez, além de facilitar a vida de todos os envolvidos no processo de criação da empresa.

As vantagens da gestão do conhecimento

Para facilitar o seu entendimento a respeito deste processo, separamos as principais vantagens da gestão de conhecimento quando bem aplicada. Confira-as a seguir:

Criação de uma base de conhecimento: com a gestão do conhecimento, é muito mais fácil criar uma base comum de conhecimento que possa ser compartilhada entre todos os funcionários da empresa. Com esta base de conhecimento, torna-se simples a integração dos colaboradores e a disseminação de ideias comuns.

Organização: empresas adeptas da gestão de conhecimento possuem todos os dados relevantes ao seu funcionamento devidamente catalogados, registrados e armazenados com segurança. Com os dados organizados em um lugar seguro, é muito mais fácil que eles sejam acessados e também que as informações importantes não sejam perdidas.

Agilidade: com os dados organizados de maneira correta em um lugar seguro, é muito mais simples para a empresa obter acesso a informações importantes com maior rapidez e facilidade. Isso é visível em relação à prestação de serviços da empresa, no aumento da interação com os clientes, assim como na criação de uma melhor relação com os fornecedores, reduzindo os períodos de espera.

Redução de erros: problemas típicos resultantes da comunicação falha e arquivos desorganizados serão reduzidos e até mesmo eliminados de dentro da empresa.

Criação de padrões: com o conhecimento bem disseminado é mais fácil padronizar os processos dentro da empresa. Quando as atividades seguem um padrão, uma das consequências é o trabalho de qualidade com bons resultados relacionados à produtividade. 

Maior fluidez: com tantos aspectos positivos, uma ação decorrente é a maior fluidez em relação às operações internas da empresa. Dessa forma, o trabalho é realizado com maior tranquilidade, os colaboradores não ficam sobrecarregados ou estagnados (esperando por outro departamento) e o resultado financeiro é positivo. 

Vantagem competitiva: uma das grandes vantagens da gestão de conhecimento é tornar a empresa um destaque em seu ramo, com resultados superiores aos apresentados pela concorrência. 

Como aplicar a gestão do conhecimento na sua empresa?

Para aproveitar as vantagens da gestão de conhecimento, é preciso aplicá-la de maneira correta dentro da sua empresa. Veja quais são as principais etapas deste serviço:

Passo 1 – criar canais de discussão: com a presença de todos os colaboradores da empresa, é preciso levantar problemas e demonstrar quais as soluções imaginadas. Para isso, deve haver um canal livre de diálogo entre todos os setores da empresa.

Passo 2 – realização de reuniões: pratique o brainstorming com os funcionários; este é o momento de expor as ideias captadas na etapa anterior. 

Passo 3 – registre tudo: todas as informações aprendidas e decididas durante o brainstorming devem ser devidamente registradas.

Passo 4 – compartilhar: todo o conhecimento que foi organizado e registrado deve ser compartilhado com todos os setores da empresa. 

Passo 5 – aplicar o conhecimento: o que foi aprendido deve ser aplicado em todos os setores de forma coordenada e organizada. Nesta fase, não centralize as responsabilidades em um único setor, elas devem ser divididas entre todos. Softwares e tecnologias auxiliares são necessárias, e é preciso pesquisar para verificar qual modelo é mais aplicável à organização.

Passo 6 – o conhecimento: com a gestão do conhecimento estabelecida, a empresa irá apresentar melhores resultados e maior produtividade. Tudo isso em um ambiente que facilita e promove a divulgação de ideias.

Como você pode ver, a gestão do conhecimento é uma maneira muito inteligente de organizar a sua empresa, através da criação de um padrão sistêmico, em que todas as partes estão totalmente ligadas e funcionam de maneira conjunta.